FECHAR
PT / EN
LANCES FINAIS
Daiara Tukano
Lote 143
Miriã Porã Mahsã - A espreita
Daiara Tukano
Lote 143
Dê seu lance CADASTRE-SE
Lances iniciais em 27/11
Miriã Porã Mahsã - A espreita, 2021

Tinta acrílica sobre papel canson 250gr

59,4 x 45 cm
R$ 7000,00
lance inicial
Confira os lances

Daiara Tukano (São Paulo, 1982) vive e trabalha em Brasília. Daiara Hori, nome tradicional Duhigô, pertence ao clã Uremiri Hãusiro Parameri do povo Yepá Mahsã. É artista, comunicadora independente, ativista dos direitos indígenas e pesquisadora em direitos humanos. É mestre em direitos humanos pela Universidade de Brasília e coordena a Rádio Yandê, primeira web-rádio indígena do Brasil. Seu trabalho artístico fundamenta-se na pesquisa sobre as tradições e a espiritualidade de seu povo. A artista participou da 34ª Bienal de São Paulo. Exposições recentes incluem: Pameri Yukese, Centro Cultural São Paulo (2020); ReAntropofagia, Galeria de Arte da Universidade Federal Fluminense (Niterói, 2019); Transmakunaima – o buraco é mais embaixo, Memorial dos Povos Indígenas (Brasília, 2018); Armadilhas indígenas, Memorial dos Povos Indígena (Brasília, 2016).

Miriã Porã Mahsã – A espreita é uma acrílica sobre papel. A sabedoria e a ancestralidade indígena são temas recorrentes nas obras da artista. Miriã Porã Mahsã representa o povo dos pássaros, que vivem na camada do céu, entre o sol e a terra, impedindo que o astro queime a terra fértil.