FECHAR
PT / EN
LANCES FINAIS
Cristiano Lenhardt
Lote 055
Brotocarta 3
Cristiano Lenhardt
Lote 055
Dê seu lance CADASTRE-SE
Lances iniciais em 27/11
Brotocarta 3, 2017

Glitter e cola sobre algodão – Edição única

100 x 100 cm
R$ 14000,00
lance inicial
Confira os lances

Cristiano Lenhardt (Itaara, 1975) vive e trabalha em São Lourenço da Mata. Estudou Artes Plásticas na Universidade Federal de Santa Maria, no Torreão em Porto Alegre e participou do Grupo Laranjas. Mudou-se para Recife em 2005, fundando “A casa como convém” e posteriormente a “Casa Crinny”, ambas morada/ateliê de artistas. Artista multidisciplinar, atualmente estuda agroecologia e implanta seu sistema de agrofloresta no Sítio Mundo Bicho, localizado em São Lourenço, na Zona da Mata Pernambucana, juntamente com o estudo da espiritualidade como um sistema de informações intuitivas, sagradas e indissociáveis da vida e natureza crua. Suas exposições individuais recentes incluem: ÍRÌ, Fortes D’Aloia & Gabriel Galpão (São Paulo, 2019). O Habitante do Plano para Fora, Galpão Fortes Vilaça (São Paulo, 2015); Raree show 2, Galeria Jaqueline Martins (São Paulo, 2015). Exposições coletivas recentes incluem: Os Monstros de Babaloo, Fortes D’Aloia & Gabriel Galpão (São Paulo, 2021); A A A – Antologia de Arte e Arquitetura, Fortes D’Aloia & Gabriel Galpão (São Paulo, 2020). 36º Panorama da Arte Brasileira: Sertão, Museu de Arte Moderna de São Paulo (São Paulo, 2019); A Burrice dos Homens, Bergamin & Gomide (São Paulo, 2019); À Nordeste, SESC 24 de Maio (São Paulo, 2019); Arte Naïf – Nenhum Museu a Menos, Escola de Artes Visuais do Parque Lage (Rio de Janeiro, 2019).

Brotocartas são palavras desenhadas e desmanchadas que derivam de observações de muros e fachadas de prédios da cidade. Palavras pichadas, posteriormente desfeitas com pequenas intervenções nas linhas das letras, formam novos desenhos. O artista explica: “Posteriormente ao espelhar esses desenhos me deparei com a sensação de brotos, assim como uma flor ainda em botão que se abre para a leitura do mundo”. Brotocarta é mensagem codificada e comunica por emanação e não pela legibilidade normativa da linguagem escrita. Segundo Lenhardt: “Ela acredita na palavra como meio de imaginação, mas o que ela exibe é extraído da palavra não mais manifestada”.