FECHAR
PT / EN
LANCES FINAIS
Denilson Baniwa
Lote 042
Sorriso Cougar
Denilson Baniwa
Lote 042
Dê seu lance CADASTRE-SE
Lances iniciais em 27/11
Sorriso Cougar, 2020

Acrílica sobre tela – Edição única – Assinada

30 x 30 cm
R$ 7000,00
lance inicial
Confira os lances

Denilson Baniwa (Mariuá, 1984) vive e trabalha no Rio de Janeiro. Iniciou sua trajetória como artista a partir das referências culturais de seu povo já na infância, na região do Rio Negro, Amazonas. Na juventude, participou da luta pelos direitos dos povos indígenas e transitou também pelo universo não-indígena, trabalhando com referenciais importantes para conceber suas práticas artísticas de resistência. Em sua trajetória contemporânea, se tornou referência, rompendo paradigmas e abrindo caminhos ao protagonismo dos indígenas no território nacional. Baniwa é um artista antropófago que apropria-se de linguagens ocidentais para realizar sua arte-ativista, forçando caminhos para a possibilidade da auto representação dos povos ameríndios dentro dos domínios colonizadores da história da arte, a fim de destruí-los. Exposições recentes incluem: Terra Brasilis: o agro não é pop!, Galeria da Universidade Federal Fluminense (Rio de Janeiro, 2018); Dja Guata Porã, Museu de Arte do Rio (Rio de Janeiro, 2017); Vaivém, CCBB (São Paulo, 2019).

Sorriso cougar é um auto-retrato de pequeno formato. O trabalho de 2020 representa o Mestre das Onças, um dos mais poderosos seres do Cosmo para o povo Baniwa. Em inglês, ‘Cougar’ significa suçuarana (onça-parda), nome como os indígenas norte-americanos conhecem o animal. A palavra ‘cougar’ é uma anedota a “sorriso colgate”, dando título a acrílica sobre tela.