FECHAR
PT / EN
LANCES FINAIS
Leda Catunda
Leda Catunda
Dê seu lance CADASTRE-SE
Lances iniciais em 18/11
,

Desde a década de 1980, Leda Catunda (São Paulo, 1961) constrói um léxico visual que transita entre a cultura de massas e o artesanato, se valendo tanto da pintura abstrata e da escultura quanto das operações de colagem e apropriação da pop art. Aproveitando a voracidade imagética do nosso tempo, a artista cria obras hápticas – estufadas, rendadas e costuradas sobre suportes domésticos, muitas vezes remetendo à seção “cama mesa e banho” dos comércios populares – tornando o suporte o conteúdo ele próprio. A sua insistência sobre o precário e o manual não deixa de sugerir uma dimensão íntima, aludindo a uma atmosfera familiar e pessoal. Com os meios à mão e sem dissimular os vestígios da fatura, seu “mundo macio” insinua um questionamento da afirmação da identidade pelo consumo, retrabalhando o descarte têxtil e os mecanismos da cultura comercial. Entre as exposições individuais recentes, destacam-se: I Love You Baby, Instituto Tomie Ohtake (São Paulo, 2016, que lhe rendeu o Prêmio Bravo! de Melhor Exposição Individual do Ano); Pinturas Recentes, Museu Oscar Niemeyer (Curitiba, 2013) e MAM-Rio (Rio de Janeiro, 2013); Leda Catunda: 1983-2008, mostra retrospectiva, Estação Pinacoteca (São Paulo, 2009). A artista participou de quatro Bienais de São Paulo (2018, 1994, 1985 e 1983), além da Bienal do Mercosul (Porto Alegre, 2001) e da Bienal de Havana (Cuba, 1984).

Em SPFC (2011), a artista retoma os contornos de suas características formas em tecido, presentes em obras como Cigarras (2006), Mosquinha (2001) e Flores e círculos (2006), agora sobre o suporte do papel. O vermelho, preto e branco empregados ecoam as cores do São Paulo Futebol Clube, abreviado no título da obra, reiterando um interesse da artista no futebol como elemento da cultura popular.

R$ ,00
lance inicial
Confira os lances